PHARMACIA - MUSEU


Fala Galera!

 

As Farmácias e os profissionais que nela atuam nem sempre foram como hoje os conhecemos. Ao longo dos anos, tanto sua estrutura, profissionais, constituição e conceito foram transformados.

Na pré-história o homem já fazia o uso de plantas para a cura de doenças. Nesta época baseavam-se em crenças e ritos mágicos aliados ao uso de plantas medicinais.

No século II os Árabes fundaram a primeira escola de farmácia que se tem registro mas, foi apenas em 1240 que a Farmácia foi oficialmente separada da medicina, através de decreto do imperador Frederico II, da Alemanha. O Decreto também obriga os farmacêuticos a prestar juramento quanto à preparação de medicamentos confiáveis e de qualidade uniforme. Já no século XVI o estudo dos medicamentos ganhou impulso notável, visto a pesquisa sistemática dos princípios ativos das plantas e minerais capazes de mitigar ou curar doenças.

Foi neste cenário de ascensão do conhecimento e atividade farmacêutica que deu-se início à criação da Escola de Farmácia de Ouro Preto, através da lei nº 140, votada em 4 de abril de 1839 na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A aula inaugural ocorreu no dia 7 de setembro do ano seguinte, ministrada pelo Professor Eugênio Celso Nogueira. Esta lei, sua implementação e a aula inaugural oficializaram a Escola de Farmácia de Ouro Preto como o mais antigo estabelecimento de ensino superior do Brasil e da América do Sul, como unidade individual, desvinculada do curso de medicina.

 

Localização:

Com aparência acanhada, sua fachada não chama tanta atenção para quem circunda o prédio e por ventura esteja passeando nas imediações. Mas vale observar e entender qual o motivo de sua implantação em local tão nobre da cidade.

O Museu está instalado em prédio que anteriormente abrigou o Congresso Mineiro. Nesta época o prédio vizinho funcionava como Casa de Câmara e Cadeia, hoje abrigando o conhecido Museu da Inconfidência (número 1). Na sequência de desocupação pelo Congresso a Escola de Farmácia ocupou o prédio e fez várias melhorias, dentre elas a construção do arrimo frontal, o segundo andar, a quadra e vários outros.

Nas proximidades encontramos vários outros atrativos que podemos visitar no mesmo dia, aproveitando melhor o tempo e conhecendo mais a nossa querida Ouro Preto. A exemplo citamos o Anexo I do Museu da Inconfidência (número 2), a Igreja Nossa Senhora do Carmo (número 3), o Museu do Oratório (número 4), o Teatro Municipal de Ouro Preto mais conhecido como Casa da Ópera (número 5), a Feira de Pedra Sabão bem na rua ao lado (número 6), o Museu Casa Guignard (número 7), e por último o Museu Casa dos Contos (número 8). Clique no nome dos atrativos e vejam a matéria completa.

 

1º Andar:

Sala Biblioteca do Instituto de Filosofia, Artes e Cultura:

A Escola de Farmácia desde 1979 está ligada à Universidade Federal de Ouro Preto, por este motivo o prédio cede espaço e abriga algumas atividades e setores ligadas à instituição de ensino.

A Biblioteca contém um acervo especializado nas áreas de Filosofia, Artes, Música e Teatro, além de exemplares das áreas de literatura, história, expressão corporal, cultura, cinema, folclore, educação etc.

A biblioteca atende os alunos dos seguintes cursos de graduação: Filosofia, Artes Cênicas, Direção Teatral, cursos de especialização em Cultura e Arte Barroca e mestrado em Filosofia.

 

Sala Antiga Escola de Farmácia 1° ano:

Inicialmente eram ministradas apenas as disciplinas de farmacologia, botânica e matéria médica pelos farmacêuticos Calixto José Arieira e Manoel José Cabral, respectivamente. As exigências para a matrícula eram as de saber ler e escrever, realizar as quatro operações aritméticas e o conhecimento da língua francesa. O curso tinha duração de dois anos e os alunos eram obrigados, durante este período, à prática em uma das farmácias da cidade. Findo este tempo, o proprietário da farmácia dava-lhes um atestado de habilitação, indispensável à prestação do exame no final do curso.

Os exames de habilitação eram realizados na casa da Câmara Municipal frente à banca que era designada pelo Presidente da Província. Os exames teóricos tratavam dos princípios da arte farmacêutica, e botânica e história natural das drogas simples. Já o exame prático consistia nas preparações químico-farmacêuticas, com a descrição das substâncias empregadas, dos processos de preparação e dos resultados.

A Escola funcionou precariamente durante os primeiros anos, chegando seus dois únicos professores a trabalharem gratuitamente, devido ao corte do orçamento destinado à instituição.

Esta primeira sala representa o período inicial do curso, ou seja, o primeiro ano. Nele os professores ensinavam empiricamente a profissão aos alunos, com visitas de campo, análise da botânica, dissecação de animais, análise de aracnídeos peçonhentos e assuntos afins.

 

Sala Antiga Escola de Farmácia 2° ano:

Na década de 1960, a partir da iniciativa de professores interessados em História da Farmácia, foi adquirido de antiquário o mobiliário pertencente à antiga "Pharmacia Magalhães", que funcionou em Ouro Preto do final do século passado ao início deste. Em torno deste mobiliário foi reunida parte do material antigo já existente na instituição.

Os equipamentos, mobiliário e utensílios aqui apresentados servem a uma abordagem museológica na medida em que permite uma excelente visualização dos meios utilizados na formação do farmacêutico e do seu ambiente de trabalho na virada do século XIX para o XX em Minas Gerais, contribuindo para a divulgação e o estudo da evolução destas atividades no Brasil.

A imagem abaixo apresenta a visão que os clientes tinham da então chamada “Pharmacia”, sendo recebido pelo profissional munido de todo este mobiliário e boticários expostos.

Após receber o cliente, o farmacêutico adentrava aos fundos do estabelecimento para análise das necessidades apresentadas acerca do paciente e se necessário, iniciava a preparação dos medicamentos.

 

Auditório:

O prédio conta com amplo auditório, munido de toda tecnologia audiovisual necessária para apresentações. Como anteriormente citado, este prédio fora utilizado pelo Congresso Mineiro, sendo ocorrido neste auditório no dia 15 de junho de 1891 a solene jura da primeira constituição republicana de Minas Gerais.

 

Sala Origens / Biologia:

Nesta parte inicial da sala podemos acompanhar a trajetória da Escola de Farmácia, sendo exposto todos os prédios em que ao longo da sua história fez morada.

Em continuação deparamos com uma típica sala de aula centenária, com poucos assentos para os alunos, visto o reduzido número de interessados (ou privilegiados pela oportunidade) e também a corrente ascensão da escola.

 

Sala Química / Física:

Em sequência da sala anterior, esta também apresenta as mesmas características, porém, voltada para as disciplinas de física e química.

 

2º Andar:

Sala da Congregação:

Esta sala é até os dias de hoje utilizada pela Escola de Farmácia, tendo o fim para atividades especiais como a Defesa de Tese, Reuniões Extraordinárias, entre outros.

 

Sala Diretoria:

Nesta sala encontramos uma homenagem aos fundadores e todos os diretores que já prestaram serviço na instituição. Encontramos também mobiliário do século XVIII.


Sala Ex-alunos:

Nela estão expostos as fotografias de comemoração à formatura das mais variadas fases da instituição. Alguns do início da sua história até alguns mais atuais.

 

Observações:

  • O atrativo está apto a receber grande número (grupo) de visitantes.
  • Possui visitas guiadas.

 

Agradecimentos:

  • Agradecemos ao apoio e cordialidade com que a equipe do Museu da Farmácia nos recebeu, em especial a diretora Ingrid e ao Técnico Luiz.
  • Agradecemos também a Secretaria de Turismo da Prefeitura Municipal de Ouro Preto, abrindo as portas dos atrativos turísticos e culturais para que possamos mostrar sua grandiosidade para todos que nos acompanham.

 

Informações importantes:

  • Entrada: Gratuita.
  • Horários de funcionamento: de terça-feira a sexta-feira, das 13 às 17 horas.
  • Endereço: Rua Costa Sena, nº 171Centro - Ouro Preto
  • E-mail: museudafarmaciaufop@gmail.com
  • Telefone: +55(31)3559-1628

Site - Facebook - Instagram - Traçar Rota

Seja o primeiro a avaliar!


Adicionar aos favoritos

08 out 2018


Por Paulo Afonso
Anuncie