NOTRE DAME - REPUBLICA


Sobre

A República Notre Dame foi idealizada em 19 de Outubro de 1998, mas a data oficial de fundação é 11 de Novembro de 1998. Foram 6 os fundadores: Alexandre A. Dutra (Xisto), Henrique G. Souza (Piku), Ricardo I. Campos (Saudade), Rodrigo A. Tessarollo (Vento), Uirá R. " Gão" de Castro (Sasquat) e Reginaldo (Galba). No fim do mês de Janeiro de 1999 Reginaldo deixou a República e os demais moradores mudaram de casa. A nova casa era mais perto do campus e era menos "cavernosa" que a casa antiga. Após a saída de Reginaldo alguns calouros tentaram morar na casa, mas sem sucesso. Até que Mateus B. de Castro (Diu) assume a vaga. Mais tarde Uirá também deixa a república, pois se transferiu para a UFMG. Entrou em seu lugar Ricardo Paulino (Taí). Que anos mais tarde também deixou a república. Essa foi a primeira fase da Notre Dame. Durante os anos em que a república tentou se firmar e criar uma personalidade própria, foram muitos os contratempos e as desavenças. Mesmo entre moradores, que tinham idéias diferentes sobre os rumos que a casa devia tomar. Porém sempre respeitando as idéias e opiniões alheias. Nesses anos também foram muitos os rocks e as ressacas. E foram inúmeras as vezes em que a casa "acordou" inabitável, depois de uma noite inteira de lama. No ano de 2001 a república novamente mudou de endereço. Era uma casa menos arejada, menos iluminada muito mais escondida do que a anterior. E ainda dividíamos o quintal com um casal de professores, que moravam no andar de cima da casa. Foi nessa época, alguns meses após a mudança, que Taí deixou a república também por se mudar para Belo Horizonte. Onde tentaria um outro curso. Entrou em seu lugar então Gabriel T. Levenhaggen, apelidado de K-7. E assim a república continuou por um bom tempo: Em uma casa mais escondida, mas mesmo assim fazendo muito barulho. Alguns dos quais renderam ligações dos vizinhos de cima reclamando, quando não, visitas inesperadas da polícia. Durante um tempo a casa ficou meio estática. Todos os moradores se davam muito bem e sem muitas brigas, a não ser quando sumia alguma coisa do armário de comida, mas um pouco apagada em meio a tantas outras repúblicas. Havíamos que concordar que o nome Notre Dame não estava sendo citado muitas vezes em Ouro Preto. As coisas estavam tão sinistras pro nosso lado que até o cachorro que tentamos criar morreu semanas após chegar na casa. Cachorro esse que foi enterrado uma semana após a chegada de K-7, o que deixou o calouro muito assustado. E essa foi a segunda fase que passou a Notre Dame. A decisão que mudou o rumo da República e a lançou na sua mais recente e melhor fase foi tomada por Diu e Saudade e rapidamente aceita por todos os moradores na ocasião. Os vizinhos de cima resolveram se mudar, e a Notre Dame entrou em processo de expansão. Iríamos adquirir também a casa de cima e a república que sempre teve sua lotação com 6 moradores, passaria a abrigar 10 pessoas. Foram muitas reuniões, os prós e contras colocados. O que poderia dar errado, o que deveria mudar nas regras da casa. Mas tínhamos que tomar uma decisão. E pegamos também a "casa de cima". Para manter a unidade da república decidimos que uma escada deveria ser colocada também na parte de dentro da casa. E que nenhuma parte da casa deveria ser independente da outra. Foi nessa época que Renato Godoy (Xurumy) e Daniel Prata (Malleo), e mais tarde Alexander (Baiano) após as respectivas batalhas, passaram a fazer parte da casa. Assim foi feito e colocamos a escada com o dinheiro arrecadado no carnaval anterior. Após dividirmos os quartos e a mobília ficamos com um problema. Havia uma sala vazia e não tínhamos o que fazer com ela. Foi aí que Xisto deu a idéia de comprarmos a Sinuca, idéia mais que rapidamente apoiada por Saudade. Mas completamente renegada por K-7. Mais uma vez, reuniões, prós e contras, a sinuca foi comprada e hoje proporciona alegria a todos, inclusive a K-7. Semanas após a compra da sinuca realizamos a "FESTA DA ESCADA" para inaugurar o moderníssimo "Acesso Interno Inter-Níveis NotreDame". A festa marcou a passagem da República para a sua mais recente fase. Temos o bem estar e a amizade entre os moradores como característica fundamental dentro da casa e são os principais requesitos para a escolha de um Bixo. Mas a preocupação com o social e com o peso do nome NotreDame é agora também tratado como assunto de grande importância nas reuniões. Depois de alguns anos foram muitas as discussões e incertezas sobre o que era certo ou melhor para a casa e seus moradores. Depois de desilusões e desapontamentos causados por aqueles que sempre tentaram desacreditar a Notre Dame e outras repúblicas. Depois de litros e litros de caipirinha e caixas e caixas de cerveja... e milhares de "Neusas". Após todos os carnavais e escolhas... e vetos. Depois de todas as reuniões extressantes e as garrafadas de café na cozinha, vamos fazendo a história da Notre e, sem dúvida, o nome NotreDame, bem ou mal, será dito muitas vezes ainda em Ouro Preto.

Contato

Rua Dimas Bezerra Dutra, 300 - Bauxita
OURO PRETO - CIDADE SEDE, Minas Gerais 35400-000
Brasil

Traçar rota

Destaques

  • Mesa de sinuca.
  • Sky.
  • TV 52".
  • PlayStation 4.
  • Área de churrasco.
  • Cozinha completa.
  • Quartos individuais e duplos.
  • Wi-Fi.
  • Maquinas de lavar e secar.
  • Ampla área externa.
  • 5 banheiros.
  • A 5 minutos da UFOP.
  • SEM TROTES.
  • GARANTIA TOUR OURO PRETO

Horas

Portaria 24 horas.

Seja o primeiro a avaliar!



Favorite
Adicionar aos favoritos

Anuncie